domingo, 29 de maio de 2011

Hei Sesimbra!

Arrasou na noite de sexta-feira, na abertura dos Jogos do Futuro, realizada no Caixa Futebol Campus - campo de treino do Benfica - no Seixal. Participaram vários municípios, com representações de dança Hip-hop, ginástica acrobática e outras modalidades, mas quando Sesimbra entrou em campo transmitiu a sua energia, ritmo e alegria para as bancadas. Atuaram, entre outros, uma mega bateria, com elementos das várias escolas de Samba e grupos da vila. A união demonstrada e o trabalho conseguido, manifestaram bem o espírito alegre e sambista da vila.

E de parabéns, os atletas que ontem, quase quase ganhavam o torneio de futebol. O 1º lugar ficou para o Seixal, de parabéns pela óptima prestação. Apesar da chuva e da trovoada que se fizeram sentir durante todo o dia, aqueles miúdos não arredaram pé e lutaram por ganhar cada um dos jogos. Ainda de parabéns também: Moita, Barreiro, Palmela, Alcochete e Almada.

De registo ainda a efusividade caraterística dos pais! Eles gritaram, discutiram com o árbitro, incentivaram os mais pequenos e, muitos deles, ensopados, não arredaram pé dali!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Os desaparecidos...

...de quem hoje se fala. Lembram-se os que se perderam... os que fugiram... os que foram roubados, raptados por redes de tráfego, por pedófilos, pelo pai... pela mãe...

Por má intenção, crime... vergonha, desespero, revolta.

Hoje lembram-se as crianças e jovens que por algum motivo, esta noite, não estão em casa, não têm aconchego. Mas mais que tudo isso, hoje fala-se dos pais que não vão dormir porque não sabem onde está o seu bebé.

Os desaparecidos, os levados e os fugidos. Que hoje, uma luz lhes ilumine o caminho de regresso a casa.

domingo, 22 de maio de 2011

Menina cai de varanda

Aconteceu em Faro. Caiu de uma varanda do 3º andar, enquanto os pais descansavam. A sorte talvez tenha sido ter caído em cima de um toldo de uma marquise, pois da queda de cerca de 4 metros resultou um braço partido. Talvez mais nada. E um grande susto.

Podia ter acontecido em qualquer outra zona do país, pois em tantos prédios as varandas não estão preparadas para serem seguras para bebés e crianças pequenas e porque a distração momentânea dos pais pode levar a que estes acidentes aconteçam. Vale a pena pensar nisto... porque nem sempre o resultado é um braço magoado, noutros casos existem danos irreversíveis, ou até mesmo a morte.

sábado, 21 de maio de 2011

Praia

Hoje o dia foi passado em Sesimbra na boa companhia da minha irmã e da minha sobrinha. O bebé estava encantado com a prima, queria agarrá-la, fazer-lhe festas e dar-lhe beijos. A pouca diferença de idades entre eles é óptima e só é pena não estarmos mais vezes juntas. Seria bom para o piratinha conviver mais com a prima.

Fomos à praia com os dois, já pela tardinha e adoraram o primeiro contacto com a areia nos pés e nas mãos. Houve direito a molhar os pés e tudo! Foi uma maravilha e, para mim, deu para desanuviar a cabeça.

Agora está a dormir... deve estar bem moído! Pode ser que esta noite hoje seja melhor que a de ontem...

Noite complicada - amamentar

Esta noite foi bastante complicada. Dei mama ao bebé por volta das 19h30m como é habitual. Ele mamou pouco e eu aproveitei o desinteresse dele para descansar o peito. Muita lanolina para hidratar.
Depois, mamou novamente depois de uma soneca e da higiene. Normalmente, acaba por adormecer na mama, mas assim que vi que estava a querer dormir, tirei-o logo. Acho que fiz asneira pois ele despertou e depois foi a noite toda a choramingar. Ainda consegui que aguentasse até às 2h e tal da manhã para lhe dar mama novamente. Entretanto andou ao meu colo pela casa. Assim que o deitava chorava e gritava como se a cama tivesse picos! É raro fazer destas birras, mas quando calha é do pior!

Eu acho que foi porque eu ando também stressada e não o consegui sossegar. Foi uma noite complicada. Voltou a acordar ainda umas 3 ou 4 vezes, mas apenas o embalei não lhe dando peito. Mas sei que com a mama tinha resolvido o problema mais cedo e mais rapidamente. Não lhe quero tirar a mama já, mas as dores são muitas e eu também preciso de descansar. Por isso, só lhe quero dar quando forem as refeições que assim estipulámos e não sempre que lhe apetece. Pelo menos enquanto me doer.

Não sei se estou a fazer bem, mas tenho de o habituar a este novo ritmo. De manhã, quando acordou, ofereci-lhe leite no biberão. Ele bebeu, mas pouco. Com o tempo talvez se interesse mais...

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Amamentar

Tem sido um drama nos últimos dias. Parece que tenho vidros a sair misturados com o leite. As dores começam quando ele começa a mamar, mas depois prolongam-se por horas sem fim. Custa-me imenso dar-lhe mama e fico ansiosa quando a hora se aproxima. Hoje de manhã ainda tentei dar-lhe leite no biberão, mas bebeu muito pouco e tive de o deixar mamar a seguir. Sei que assim vai ser difícil ele deixar o peito, mas na verdade também não quero que deixe. Só queria descansar, para as dores passarem.

Ontem ainda fui vista por um médico, mas a resposta dele não me satisfez. Disse que estava tudo bem, que não havia infecção e não deu importância às dores que eu tenho e ainda disse que com 8 meses ele já era muito grande para mamar. A enfermeira é que foi mais humana e esteve um bocado a conversar comigo, a dizer que deu mama ao filho até aos dois anos. Estou numa tristeza imensa...

Perigos escondidos

Na sociedade de hoje, cada vez mais tecnológica, o perigo pode começar
mesmo dentro de casa...

http://www.youtube.com/watch?v=u__4w3FYHLE


Este vídeo é de um trabalho de mestrado. Vale a pena ver e pensar nisto, pois a inocência das crianças tem de ser protegida por todos nós.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Roséola Infantil ou exantema súbito

Esta mensagem já estava aqui em espera à uns dias para ser editada. Entretanto, houve uns problemas com o blogger e aqui ficou...

Em primeiro lugar quero agradecer à Patrícia do blog "A princesa Maria", pois foi com as suas postagens que fiquei mais atenta e pesquisei sobre este problema. Provavelmente, pelos sintomas é o que o Martim tem. Coincide com todas as queixas que a princesinha também teve e com as mesmas queixas de uma bebé que está com o Martim, na mesma ama e a quem foi diagnosticado Exantema súbito.

O que é Roséola Infantil?



Roséola infantil, também conhecida como exantema súbito, febre dos três dias ou sexta doença, é uma doença infecciosa aguda típica da infância , contagiosa, que afeta lactentes ou crianças pequenas e causa o surgimento de febre alta durante 2 a 3 dias, e, posteriormente uma erupção cutânea (manchinhas na pele) de início súbito, causada por um vírus da família do vírus herpes.

Ela é frequentemente confundida como “alergia a antibióticos”, pois, como gera febre alta e persistente nos primeiros dias, muitas vezes é prescrito antibióticos a criança com Roséola Infantil por médicos inexperientes, ou por pressão da família, no período febril. Como a febre passa espontâneamente em 2 a 3 dias de doença, e, aparece o exantema (manchas), as pessoas atribuem as manchas ao antibiótico e não a doença.


Qual é a idade de aparecimento habitual da Roséola Infantil ?

A Roséola Infantil é uma doença típica da infância, que ocorre quase sempre entre os seis e os doze meses de idade, com alguns casos mais raros no segundo ou terceiro ano de vida. Devido à protecção conferida pelos anticorpos maternos, que atravessam a placenta, a Roséola Infantil é uma doença muito rara antes dos três meses de idade, a partir dos quais há uma perda progressiva desta imunidade, tornando-se a criança susceptível à infecção.


A Roséola Infantil é uma doença contagiosa ?


Sim, a Roséola Infantil transmite-se pelo contacto com outras crianças infectadas . O contacto com vírus dá habitualmente imunidade permanente (protege de novas infecções ), mas há casos , embora raros , de segunda infecção na mesma criança, que parece resultar da reactivação de uma infecção latente.


segunda-feira, 16 de maio de 2011

E um dia...

... oiço mamã!
E se esse dia foi hoje, ficará sempre marcado. Não é ainda definido. É um repetir de sons, uma conversa doce e com diferentes expressões faciais enquanto me diz qualquer coisa. Conversamos. Eu falo. Ele repete. Umas vezes o mesmo som, outras... diferente. Mamã! Mamã! Digo eu esperando que o diga. E depois de muitas "lhalhalhalha" e "tátátá", lá sai um "nhanhã" e depois "aiaiaiai" e tantos outros.

Tarde de sol e campo

Ontem tivemos a sorte de estar um dia óptimo e lá fomos nós para casa de uns amigos. Relva, campo, ar puro! Ideal para miúdos e graúdos se divertirem à grande. O Martim adorou a brincadeira e poder estar ao ar livre! Foi óptimo para todos!

Para repetir assim que possível!

E agora a mais recente gracinha do meu bebé: tossir! Pois é... ouve alguém tossir e imita. Depois ri-se, sabe que está a ser engraçado - pelas nossas reações - e repete a piada!

E ontem provou também gelado - só um bocadinho - de gelado de leite! Uma delícia vê-lo de boca aberta à espera da colher e a chuchar na língua para saborear tudinho! Saboroso!

domingo, 15 de maio de 2011

Crescer em Segurança 1

Ao crescer, a criança gosta de explorar e de descobrir tudo o que a rodeia, ganhando assim independência e autonomia e detestando restrições à sua mobilidade, que é a sua forma de aprendizagem mais natural.

No entanto, o nosso mundo não está preparado para as crianças. Tem de ser modificado para ser protetor, sem as condicionar. Esta é uma preocupação constante de pais e educadores, pois não podemos guardar os nossos bebés e crianças na palma da nossa mão ou debaixo das nossas saias, até porque mesmo connosco por perto, os acidentes podem acontecer.

Vale a pena pensar nisto, uma vez que a morbilidade e a mortalidade associadas aos acidentes com crianças, são evitáveis. É isto que nos diz o Plano Nacional de Saúde 2004-2010, cuja monitorização esteve a cargo do Alto Comissariado da Saúde, e que identifica a área da Prevenção de Acidentes como de intervenção necessária e urgente.

Algumas das medidas de prevenção utilizadas com as crianças mais pequenas necessitam de ser revistas consoante a criança vai crescendo. Nas idades mais novas, a vigilância próxima é fundamental e a presença constante de um adulto necessária. Com as crianças mais velhas, proibir serve de pouco se a criança não compreende as razões. A par da segurança do ambiente onde a criança vive e brinca, é importante conversar com ela acerca de determinados perigos e sobre as consequências de não cumprir as regras. É essencial começar a ensinar-lhe a importância de adoptar comportamentos seguros em diferentes situações.

Adaptado de:
"Vale a pena crescer em segurança" - APSI

sábado, 14 de maio de 2011

...e pela tarde...

...a ida foi mesmo para o meio do mato. Trabalhar com ferramentas manuais. Sentir-lhes o peso. Tomar nas mãos a tarefa de abrir uma faixa de contenção. Falta trabalho de equipa, falha a motivação. Mas é sempre assim, quando se fazem as coisas por obrigação e não por gosto... é pena que nem toda a gente goste daquilo como eu.

No fim do dia, já só estava aflita por ir para casa, onde me esperavam os meus amores! Tantas saudades!
E este bebé que está ali tão sossegado a brincar, a descobrir como usar as suas mãozinhas, os seus brinquedos, os sons, as palavras... enfim a crescer. E que já me deixou tomar um banho, jantar e agora, descansar um pouco...

Amo-te filhote!

Pela manhã...

... já está um calor que não se pode! Fui deixar o piratinha na casa da avó e depois vim para o quartel para cumprir o meu serviço voluntário. É complicado quando se tem um bebé, mas com algum esforço e organização consegue-se.

No quartel, assisto à formação que está a decorrer sobre cartografia. Não me pertence hoje esta turma, mas como tenho de faltar às minhas aulas, compenso assim algumas falhas. Hoje já andámos de cartas militares em mão, a calcorrear as ruas do Seixal.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Noite em claro

Hoje a noite foi passada em claro cá por casa. Desde ontem que o piratinha não tem febre, mas talvez porque tenhamos deixado de lado o ben-u-ron, esta noite chorou e gritou que se fartou. Só estava calmo a mamar, mas de vez em quando largava a mama e gritava deseperado. Acabei por lhe por um supositório, mas apesar de ter acalmado um pouco, não dormiu nada de jeito.

De manhã, acordou pelas 10h, um bocadinho mais bem disposto. Está com umas manchinhas na cabeça, que ontem quase não se notavam. Fui deixá-lo na ama, pois sei que fica lá bem. Eu infelizmente tenho várias coisas para tratar hoje, como ir à oficina com o carro, e com este calor não era bom andar com ele dentro do carro de um lado para o outro. Ficou bem disposto, agora só espero que o dia corra bem.

Não gosto nada de o ver doentinho. É tão pequeno, que dá dó.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Otite

Hoje o piratinha voltou a acordar com febre, por isso tal como já tinhamos previsto, levei-o ao Hospital para ser visto pelo pediatra. Ainda tentei no centro de saúde, mas não estavam virados para o atender, por isso dirigi-me ao HGO. Fomos muito bem atendidos. O bebé esteve sempre bem disposto e brincalhão - nem parecia estar doente - e deixou-os fazer tudo, desde auscultar, ver garganta, ouvidos...

Parece que está com uma inflamação na garganta e com uma otite. Não parece ser nada de grave, mas tem de fazer antibiótico. Ainda mamou lá no hospital porque já estava na hora da papinha e ainda não tinhamos sido chamados. Já em casa, marchou uma tijela de sopa de legumes, tomou bem o antibiótico e cama! Está muito sossegado entretido a brincar na sua caminha. Hoje fica o resto do dia comigo em casa, mas se amanhã a febre ceder já vai para a ama.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Mesmo doente...

... este bebé está sempre bem disposto (ou quase sempre). Noto que a febre está a subir quando começa a ficar mais parado, a pedir mais colinho. Hoje já esteve melhor, embora ainda tenha tido um pouco de temperatura. Como acordou um pouco febril, ficou em casa comigo. Não me sentiria bem em ir deixá-lo à ama, embora saiba que ele ficaria bem. Passámos os dois o dia em casa, a aproveitar todas as deixas para um colinho - não estou a estragá-lo, estou a mimá-lo! - e a curtir-mos a companhia um do outro. Dormiu mais do que é habitual, mas deve ser porque está mais cansadinho por causa da febre.

Ainda não sabemos de onde apareceu, mas espero que amanhã esteja resolvido... e se não estiver, amanhã vamos ao Hospital para ser visto por um médico.

Actualização do post:
21h30m
Continua muito bem disposto, mas já estava com 38.1ºC quando acabou de mamar. Está a brincar com um livro de pano, com uma energia que nem parece estar doentinho. Já lhe tive de trocar a roupa toda porque resolveu fazer chichi mesmo quando lhe estava a pôr o supositório. Grande pontaria!

domingo, 8 de maio de 2011

38,7ºc

Ontem quando o deitámos, o piratinha estava com 38.5ºc de temperatura. Tomou uma banhoca que também ajudou a arrefecer um bocadinho, pus-lhe ben-u-ron e mamou. Ficou bem e dormiu toda a noite sem sobressaltos. Hoje começamos bem o dia, a acordar cedo e a ver que o bebé ainda tinha febre - acordou com 38.7ºc. Mamou e depois tive de sair logo de casa e ir procurar por uma farmácia de serviço, para comprar supositórios que entretanto tinham acabado. Logo hoje que é Domingo e está tudo fechado... e o pai a trabalhar...

Já está mais fresquinho agora e mais bem disposto. Penso que deve ser dos dentes, mas vamos ver hoje como passa o resto do dia. Agora está todo bem disposto a brincar no quartinho, nem parece que à bocado estava a arder!

sábado, 7 de maio de 2011

Uns dias de férias

... vão-me saber mesmo bem! Pelo menos vão dar para desanuviar um bocado a cabeça. Regresso ao trabalho só no dia 17.

Mas hoje começamos logo bem, com o piratinha a ficar doentinho. Não é dele estar chochinho, chorão, por isso comecei a estranhar. Fez febre depois de almoço, que entretanto já melhorou. Está com tosse - essa já tem vários dias - e muitas ranhocas. Mas a boa disposição já está a regressar.

O meu bebé já está a ficar muito crescido! Já se começou a arrastar pelo chão, sentado. Gatinhar é que parece que não é para ele... Dá muito trabalho ao meu filho! Lol.

domingo, 1 de maio de 2011

Telas, molduras e caixinhas

Para quem ainda não visitou, aqui fica novamente:

http://www.mardopirata.blogspot.com/

Estes são apenas alguns dos meus trabalhos manuais.
Uma telinha para o Miguel, da família...


Uma caixinha para uma menina, à venda no meu blogue: http://www.mardopirata.blogspot.com/















Uma moldura rosa com flor e menina. Posso fazer de várias cores e com vários motivos, basta encomendarem aqui ou no outro blogue.



 Para menina ou para menino. Uma moldura simples que pode ser feita em vários tons e com vários motivos. Basta pedirem!


Uma de várias caixinhas. Esta pensada para rapaz com um pequeno caracolinho...
Ainda à venda, aceito encomendas!

E agora? Já posso contar com a vossa visitinha?