segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Produtos Nestlé

Hoje quando estava a ver o meu email apareceu-me um aviso sobre produtos da Nestlé que teriamos de repassar dando conta que poderia haver vidro nos boiões de uma gama de painhas. Sou consumidora e isso alertou-me, mas estranhei a imagem que vinha não corresponder ao produto que se falava. De qualquer das formsa li atentamente - nnca cá tinha visto nada daquele género - e a verdade é que aquele produto nem é vendido no nosso país. Não repassei a mensagem porque estranhei o conteúdo da mesma. Agora aqui fica o que a própria Nestlé me enviou  (e a outros consumidores) a alertar para este rumor que passa na Internet. Como este, circulam outros. Estejam atentos.

Olá Mamã! Voltou a surgir um rumor na internet acerca da recolha de boiões de frutas da Nestlé. A informação que circula não corresponde à realidade, pelo que contamos consigo para ajudar a esclarecer a situação e repor os factos!
No dia 29 de Junho de 2011, a Nestlé França anunciou a recolha voluntária de um lote específico de "Nestlé P'tit Pot" 80g (variedade banana, com o lote L10980295, com prazo de validade de 10/2012 e código de barras 7613033089732), no seguimento de uma reclamação efectuada por uma Consumidora que referiu ter encontrado dois pedaços de vidro no interior de um frasco.
Como medida de precaução, a Nestlé decidiu recolher este lote do mercado francês. Foram tomadas todas as medidas necessárias para averiguar a causa do incidente, em parceria com as autoridades competentes, tendo-se concluído que se tratava de um caso único e isolado.
Este produto não é comercializado em Portugal, apenas em França, e mais nenhum produto da Nestlé, em qualquer outro país, foi afectado.
A Qualidade e a Segurança dos nossos produtos constituem prioridades não negociáveis para a nossa Companhia.
Reenvie por favor esta mensagem a familiares e amigos que possam ter interesse nesta informação.

E já está mais um!

Ontem terminei com aproveitamento o módulo de Operador de Central. Ainda faltam mais umas quantas horas de formação. Deste já me safei. Ufa!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Modo zombie

Ontem à noite houve "festa" até às quatro da matina, com o piratinha irritado, vomitou três vezes, muito choroso mas sem febre. Chegámos a casa depois da formação, a avó com ele no colinho e aquele ar de "Mamã tou doentinho!" que eles tãobem sabem fazer e que nos derrete logo o coração - mais cama para mudar, roupa vomitada e por aí fora.

Só queria colo e maminha, mas nem assim dormiu na nossa cama - não consegue só quer a cama dele, na nossa é só cowboiada e nada de dormir - ou seja, ele na cama dele, e eu com o braço passado entre as grades para lhe massajar a barriguinha e ele dormir. Quando eu pensava que ele já adormecera e parava, lá se punha novamente a chorar. Tem dois dentinhos a nascer e deve ser por causa deles que anda mais irritadiço.

Hoje tem estado bem ainda não voltou a vomitar, está só ranhoso e com tosse. Vamos ver se não está a chocar ali mais nada. Tem sido uma semana cansativa, com trabalho de dia e curso à noite. E só acabamos no Domingo à tarde.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Pelos Rafaéis deste país

O bullying é um drama que afeta crianças e jovens em todo o mundo. Ser enxovalhado, pressionado, agredido, humilhado, e.. por fim... atingir o tal ponto de ebulição em que o sangue ferve nas veias e a reação se dá. Mas para este Rafael, a reação seguiu o trilho errado e em vez de o libertar das amarras e o trazer à vida, seduziu-o para uma saída aparentemente mais fácil e dócil, da morte.

Para todos os Rafaéis do nosso país e para todos os pais:

- A força mede-se pela determinação em querer agir e em fazê-lo para mudar. Seja um aviso, seja uma reprimenda ao agressor, seja tão apenas um puxar de orelhas, ou ir mais além, temos de punir quem agride, quem violenta, quem persegue. Para que os Rafaéis deste país tenham um espaço por onde caminhar seguros, e para que se sintam protegidos e não abandonados. Para que queiram a vida em vez de procurarem o sossego da morte. Um sossego que não tinham na escla que os devia proteger...

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Já são 19h?

Para eu ir a correr buscar o meu bebé e enchê-lo de beijos. Apetecia-me tanto um abracinho dele agora!

 Acho que já estou a stressar antecipadamente por saber que vou ter pouco tempo com ele nos próximos dias... Amanhã, eu e o pai, começamos uma nova formação de 50 horas. Vai ser cansativo, e o pior é ter de deixá-lo para virmos para o curso. Mas vai ter de ser...

domingo, 16 de outubro de 2011

Feliz dia bebé

Felicidades bebé linda da tia! Completaste ontem 1 aninho de vida, mas a tua festinha foi só hoje. Muita brincadeira e alguns amigos presentes. O dia estava bom e pudemos brincar no jardim, correr na relva. O Martim esteve sempre animado e bem disposto: quem lhe dá espaço e liberdade para correr, fá-lo feliz!

E eu entretanto conclui mais esta formação, nos bombeiros.
Sábado já começo outra - e se calhar o pai também vai na mesma turma - vão ser mais 50 horas em que além do trabalho, vou estar longe do bebé. Que canseira!

sábado, 15 de outubro de 2011

Já só faltam dois dias...

... para terminar o curso que estou a fazer. O curso chama-se Técnicas de Socorrismo (por aqui chamado de TS) e vem de certa forma substuituir o antigo TAT (Tripulante de Ambulância de Transporte). Com a variante deste ter 50 horas, aumentando assim as horas de componente prática - as práticas simuladas.

Amanhã termina.

sábado, 8 de outubro de 2011

Os projetos do meu filho

Com tanta coisa, tinha-me esquecido... esta semana o meu menino veio para casa acompanhado de um novo projeto! Senti logo que ele estava a ficar mais crescido! (Sim e ele ainda está numa ama e não numa sala de Creche cheia de projetos).

Mas esta semana trouxe para casa um grãozinho já germinado. Puseram em algodão e regaram dia após dia, até nascer uma plantinha. Já a transplantámos para um vaso. Espero é que não morra, pois queria que ele tivesse ainda a oportunidade de a regar mais vezes e de a ver crescer!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Sabiam que...

... estas são as páginas mais vistas neste blogue hoje (07/10/2011)?

Placenta prévia - 23 de Set de 2010 (78 Visualizações de páginas)
De embrião a feto - 1 de Set de 2010 (27 Visualizações de páginas)
Da concepção à formação - 31 de Ago de 2010 (10 Visualizações de páginas)
As experiências-chave em Creche - 24 de Out de 2010 (9 Visualizações de páginas)
Desenvolvimento do bebé - do 6º ao 8º mês de gestação - 2 de Set de 2010 (8 Visualizações de páginas)

Será que andam aí umas mães grávidas a procurar informação? Então para essas mamãs - se assim é - aqui fica o convite: comentem e contem as vossas experiências sobre cada um desses momentos!
Isto faz-me pensar que tenho de renovar alguns tópicos e dedicar mais tempo aqui ao blogue, que tem andado um pouco paradinho ultimamente.

Origem geográfica do público que visita o meu blogue:

Brasil 206


Portugal 154

Holanda 25

Estados Unidos 6

Bahrain 4

Rússia 4

Angola 3

Costa Rica 2

França 2

Porto Rico 2

 
Um Olá especial ao Brasil e ao meu cantinho Portugal... mas não tinha ideia que era visitada por pessoas na Holanda (Olá!) e Estados Unidos, Angola ou Rússia. Fico muito grata por saber!
 
 
(será que é verdade estas estatísticas, ou não?)

Dedicada à amamentação

Acabei agora de deitar o meu menino.
O dia começou cedo... bem cedo pelas 5h e tal da manhã quando acordou a choramingar. Dei-lhe mama, acalmou, mas quando o tirei do peito, voltou a ficar irrequieto. Depois o pai adormeceu-o e lá ficou mais um bocadinho... sabemos que está a ficar doentinho e isso deixa-o mais irritado - não costuma acordar de noite.
O resto do dia correu como normalmente: deixei-o na ama e fui trabalhar. Ele ficou bem, bem disposto, alegre. Tal como nos outros dias, ele hoje brincou, sorriu, comeu, dormiu, chorou e fez as suas birras. Não sei se sentiu a minha falta, mas eu assim que o deixo fico logo cheia de saudades dele. Quando acabei o trabalho, o que mais desejava era chegar perto dele e sentir o seu cheiro, beijar as suas bochechas e o seu narizinho, ouvir a sua voz dócil. Fomos para casa a conversar os dois, à nossa maneira. Dei-lhe banhinho e depois o seu jantar. Foi difícil de comer - como tem sido nos últimos dias - mas lá comeu a sopa com o peixinho e a frutinha. Mas o melhor do dia, foi o culminar de tanta coisa, o pequeno mimo que nos faz sentir bem aos dois: sentei-o no meu colo, e ele procurou logo o que sabe ser seu por direito. Ajudei-o a aconchegar-se e ele mamou durante alguns minutos, fitando-me e procurando o meu rosto com a sua mãozinha pequena. É a sua forma de dizer: "Amo-te mamã!", mesmo sem saber ainda falar. E depois de um dia cansativo, sinto-me completa quando o tenho a mamar, "Amo-te filho", digo-o, mas não precisava pois sei bem que te sentes desejado. Não adormeces logo, ainda queres brincar. Beijo-te o nariz, mordisco-te o queichinho e tu ris satisfeito. Adoro ouvir-te rir. De vez em quando, vens perto de mim e procuras atenção, metes-te comigo, deitas a cabeça nas minhas pernas. Faço-te cócegas. Depois tentas trepar pelo sofá. Esticas os bracinhos, queres chegar a alguma coisa... algo que não podes mexer. Brincamos mais um pouco. Tens o narizinho entupido e alguma tosse, mas estás bem disposto. Vamos trocar a fralda e, volto a aconchegar-te no peito, mamas mais uns minutos e, no fim, ainda queres brincar com a minha mama.
Depois levo-te ainda acordado para a tua cama, estás cheio de sono, mas a vontade de brincar é mais forte. Passa da hora dos bebés dormirem. Ponho-te na tua caminha e brinco um pouco contigo e com os teus peluches. O móbil toca, uma música suave de embalar. Deixo-te... mas só depois de te encher de beijos uma e outra vez... e pouco tempo depois já não te ouço, espreito mais uma vez... e estás finalmente a dormir.

Esta semana foi cansativa, saí várias vezes tarde do trabalho, e ainda por cima o piratinha está a ficar adoentado, com tosse e ranhoca. Esta foi a segunda noite que acordou às 5h - ele e nós - pelo que tenho andado podre de sono! Tinha pensado postar algumas coisas sobre amamentação, mas não tenho tido tempo nenhum. Mas podem sempre ler a minha experiência em algumas postagens anteriores e na página sobre o tema que se encontra na lateral deste blogue.

No Hospital Garcia de Orta está - não sei até quando - uma pequena exposição fotográfica sobre alguns momentos de inteira cumplicidade entre mães e filhos. No meio de um dia de trabalho, como o de ontem, parar e olhar para aqueles momentos, fez-me pensar que a felicidade está nas mais pequenas coisas. Como poder ter o meu filho nos braços e beijar-lhe o nariz!