domingo, 28 de outubro de 2012

A linguagem e as primeiras palavras

Tenho ouvido algumas mães dizerem que os bebés falam muito, outras que acham que o filho fala pouco ainda. O meu fala a língua dele, mas nós em casa cá nos vamos entendendo. Ele comunica à maneira dele. E hoje por acaso passei neste artigo do site da Dodot. Não será dos mais oficiais, mas diz de uma forma clara e objetiva, alguns pontos fulcrais a ter em atenção nesta fase.
O momento para começar a falar varia muito. Para as crianças que ainda não falam, a melhor maneira para avaliar a sua progressão é observar a sua linguagem gestual. Se o seu bebé consegue gesticular claramente e utiliza o seu corpo para comunicar, significa que já entende os conceitos básicos da comunicação. É provável que nem sequer se aperceba de que já está a falar sem parar. As crianças que já sabem falar também utilizam a linguagem corporal, geralmente quando não podem expressar verbalmente o que querem. Eles apontam para as coisas e fazem mímica para demonstrar o que querem. Se quer que o seu pequeno utilize palavras, pode dizer-lhe coisas como, 'acho que sei o que queres, mas porque não tentas dizer-mo?'. Tente. 'É um camião... ou uma casa... ou uma boneca?' É provável que a criança tente imitar a palavra. Responder às intenções do seu filho é muito mais útil do que corrigir o que ele diz.

Nota: Se o seu pequeno não utiliza gestos nem palavras para comunicar, informe o pediatra. Pode acontecer que precise de uma avaliação mais profunda.


35 anos.

Hoje os Bombeiros Mistos do Concelho do Seixal festejaram o seu 35º aniversário. O dia começou cedo, com um desfile temático no Seixal em que foi possível voltar a ver a viatura da Mundet e os "seus bombeiros", bem como todas as valências da nossa Associação representadas. Eu tive o prazer de conduzir a formatura dos Infantes e Cadetes, realidade que há uns anos não se via no nosso quartel, mas que este ano fizémos renascer.

O dia continuou, com convívio e desfile apeado, seguido da promoção dos nossos novos bombeiros e sessão solene - essa parte era a que dispensávamos, mas tal não é possível - e agora um jantar convívio entre bombeiros, comando, direção, família e amigos. Um dia que se teve cheio de sol, como se quer no Verão de S. Martinho que nos apareceu mais cedo, talvez como uma benção, de S. Pedro, padroeiro do nosso Seixal.




Felicidades a todos os Bombeiros. Os mais velhos, que hoje nos presentearam com a sua presença, os mais novos que hoje começam uma nova etapa de responsabilidade na sua vida e os pequenos que um dia, talvez, sigam as nossas pegadas e se tornem homens e mulheres empreendedores e responsáveis.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Cinco de Outubro.

Ensina-se na escola o significado deste dia, pergunta-se na rua se sabem porque hoje é feriado... Para o ano, não haverá feriado será mais um dia igual aos outros. Se hoje muitos não sabem porque é feriado, para o ano, mais ainda nem saberão que dia é.
E assim vai o nosso país.