segunda-feira, 17 de março de 2014

As coisas são assim.

Há patamares que se vão subindo e, como na vida, aparecem novos desafios que é preciso ultrapassar. Do alto dos seus três anos e meio, ontem o meu filho decidiu que queria ir dormir na cama dele, no quartinho dele. Claro que pensámos que era apenas uma ideia momentânea, mas afinal, a sua vontade prevaleceu e conseguiu ficar lá toda a noite.
Demorou 2 horas e 5 histórias para adormecer, mas valeu a pena.
Hoje não sei.
Mas fica o registo: Sou uma mãe muito orgulhosa!

Sem comentários: