sábado, 26 de dezembro de 2015

Despedida.

Passaram já alguns anos desde o início deste blogue. Várias publicações, diversos temas, desde a família, passando pelo nascimento do meu filho e por desabafos de mãe, mas também pelas aventuras profissionais, pelas construções e desconstruções de sonhos. Outros blogues nasceram a partir deste, outras páginas se desenvolvem na minha vida, mas hoje decidi terminar por aqui.
Pouco mais tenho aqui deixado registado, poucas têm sido as visualizações e acho que chegou a hora de inovar.
Há pouco tempo, terminei também com o blogue das leituras e livros e chegou a hora de nascer um novo blogue onde os dois se fundem. Não será assim um adeus, será antes um até já e encontramo-nos novamente pelas páginas de um novo espaço, onde a cultura, as notícias e os livros tomarão parte já a partir de 2016.
Boas Festas e feliz 2016!
Elsa Filipe.

sábado, 22 de agosto de 2015

Os pesadelos

O que fazer quando aquilo que o está a assustar não é palpável, não está lá, é um sonho mau?
Chora, grita, esbraceja. 
Grita, transpira... abraço-o e está completamente encharcado.
Acalmo-o, mas ele não acorda daquele estado de medo, chora compulsivamente. Mesmo com a luz acesa, de olhos bem abertos, grita e esbraceja, ainda tentando afugentar o pesadelo.
Quando acorda, parece ainda não saber distinguir a realidade do sonho e volta a adormecer, em cima de mim, a soluçar.
Mas não o queria apenas proteger. Se o pudesse fazer, ia lá ao sonho dele e dava uma vassourada nos monstros maus que o assustaram!
(Elsa Filipe)

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Olá.

Quase um ano depois, sabe bem voltar aqui e reler algumas das linhas escritas.
O tempo passou.
Muita coisa se deu nestes últimos meses. A esperança caiu e deu-se a derrota. Os projetos foram por água abaixo, mas essa água levou também as lágrimas e limpou-me a alma, preparando-a novamente para olhar a vida de frente.
Vou agora passar uma olhadela pelos vossos blogues também, dar um olá e ver quem ainda está por aqui, quem são as caras novas. Até já.

Elsa Filipe

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Perdida em papelada

Como eu admiro as pessoas que conseguem ter tudo organizado, tratar de todos os assuntos pela net sem sair de casa e saber sempre onde está a fatura x ou o recibo y.
Eu não sou, de certeza, uma dessas pessoas. Queria ter o dom de, agora mesmo, estalar os dedos e ter a minha secretária arrumadinha. Ando para mais de um mês a tentar enviar uns elementos para uma candidatura no IEFP, sem sucesso, porque a página exige que se carregue em formato PDF. Ora isto até seria fácil, se o meu computador me deixasse guardar os ditos documentos neste formato, sem antes me mandar atualizar uma data de coisas, que na altura em que clico enter para aceitar a atualização, aparece error! Mas será que não posso ir para a fila do IEFP e dar os documentos em mão? Não, claro que não. Eles querem aquilo na página, só e absolutamente, na página e não aceitam de outra forma. E eu que me desenrasque. Se o problema fosse deles lá eu teria de aceitar as desculpas e os envios tardios, fora de prazo... agora o dito Instituto para mim, não me faculta qualquer opção.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Turnos

Este fim de semana esteive a trabalhar os dois dias das 8h às 20h e o pai esteve no sábado das 8h às 00h e no domingo das 16h às 00h. Acrescentando ainda uma reunião da Escola de Infantes e Cadetes, das 21h às tantas da manhã, ficámos com um problema para resolver: para onde mandar o pequeno.
E podem-me dizer que quando tive um filho, sabia que ia ser assim, mas não, nessa altura eu não trabalhava por turnos e nem tão pouco fazia noites (a semana que passou fiz três noites seguidas). Claro que é sempre uma escolha nossa, em último caso, continuar assim.
Mas sem remorsos porque ele passou um fim de semana espetacular na companhia dos meus tios e dos primos todos que contemplou além de muitos mimos e brincadeira, uma festa de anos, uma ida ao museu e uma ida ao teatro. Por isso, o que me custa afinal é que eu durante esse tempo estive a trabalhar e ele ontem chegou a casa, cansado de tanta brincadeira e passeio e rapidamente adormeceu tranquilo na caminha dele, feliz e com boas recordações e eu, roidinha de vontade de ficar ali com ele acordado e a dar-lhe os beijos e abraços todos que ficaram por dar.

sábado, 27 de setembro de 2014

Arrumações

Estes dias têm sido vividos com uma intensidade extrema. São dias de arrumações.

Nos últimos meses - e já cá não vinha postar nada desde Março, o que é imenso tempo - a minha vida tem dado uma volta enorme. Abraçamos um projeto que, infelizmente, não correu como planeado. Dele, tiramos agora as aprendizagens da luta dia após dia, para manter aberto um espaço que, nos parece, fora condenado pelos outros ao falhanço, ainda antes de nos deixarem mostrar o que valíamos.
Não guardamos ressentimentos. Vamos sair de cabeça erguida, com novos amigos e com inúmeras aprendizagens que nos vão guiar certamente noutros projetos.

Esta parte das arrumações, está apenas a começar. Ainda há muito que fazer até que esta etapa esteja terminada.

Na área profissional, além do trabalho principal onde já estou efetiva, tenho desenvolvido outras atividades. Este ano a grande aposta é na Animação infantil (atividade que já desenvolvo em colaboração com outros animadores há algum tempo) e no Apoio ao Estudo, num projeto que conheciam anteriormente como Atelier dos Saberes. Desde o início do ano, tentamos desligar do "Atelier" e dar uma nova imagem à nossa atividade sob a "marca" Festitraquinices/eventos. Poderão encontrar mais informações na página https://www.facebook.com/elsa.filipe.33


Com tudo isto, as nossas vidas também têm levado algumas voltas. Da vida doméstica, trago algumas novidades: o Martim começou o novo ano letivo no Centro Paroquial. Está tudo a correr bem, há tanto para contar, tanto que ele cresceu. Continua uma mãe muito babada e orgulhosa no filho que tenho. É ele a cara do nosso Projeto, pois é nele e no seu sorriso que me inspiro diariamente.

Aguardo as vossas visitas e os vossos comentários. De certo que agora este blogue vai voltar a ter uma nova vida depois de tanto tempo parado, continuando a ser, no fim de contas o meu blogue pessoal.




segunda-feira, 17 de março de 2014

Sábados Temáticos


Externato Festitraquinices 

Vamos juntar-nos aos sábados?

No próximo sábado, o tema é "Conversas de barriguinhas", a entrada é livre e destina-se a todas as grávidas que queiram vir partilhar connosco as suas emoções, dúvidas e alegrias. No final, temos uma surpresa para todas as mamãs!
Atenção: os pais estão também convidados a aparecer!

Por favor, marque a sua presença, para que nós possamos organizar toda a logística para que a manhã decorra sem precalços.
963988723
Externato Festitraquinices - Av. 25 de Abril, nº 82 em Pinhal de Frades, concelho do Seixal,
distrito de Setúbal.

As coisas são assim.

Há patamares que se vão subindo e, como na vida, aparecem novos desafios que é preciso ultrapassar. Do alto dos seus três anos e meio, ontem o meu filho decidiu que queria ir dormir na cama dele, no quartinho dele. Claro que pensámos que era apenas uma ideia momentânea, mas afinal, a sua vontade prevaleceu e conseguiu ficar lá toda a noite.
Demorou 2 horas e 5 histórias para adormecer, mas valeu a pena.
Hoje não sei.
Mas fica o registo: Sou uma mãe muito orgulhosa!

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Um sonho antigo, num ano novo

Olá e bom ano novo. 2013 despediu-se de mim com muitos sonhos por concretizar, muitas incertezas e uma boa dose de otimismo no novo ano que entrava. Estava então a começar um novo projeto: abrir um externato.
Começamos por preparar o espaço, tratar da documentação necessária, pedir apoios e abrir inscrições. O fim do ano não augurava nada bom... as visitas eram poucas, as inscrições então nenhumas.
Mas no dia 2 de Janeiro resolvemos que íamos abrir as portas, começar a formar uma equipa de trabalho, criar objetivos, envolver todos na realização deste projeto. E foi assim que o "Festitraquinices" abriu portas no dia 6 de Janeiro.

Volvido um mês de trabalho, continuamos a aguardar por apoios, mas não cruzamos os braços! Podem encontrar a nossa página no Facebook:
 https://www.facebook.com/festitraquinices.externato

e também na net em:
http://festitraquinices-ger.wix.com/festitraquinices

Temos Creche, Jardim de Infância e apoio escolar, tudo em horários adaptáveis às necessidades de cada família. Estamos localizados na Av. 25 de Abril em Pinhal de Frades, Seixal.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

O Jardim de Infância do meu filho

O Martim entrou esta terça feira para o JI ou, como ele diz, para a Escola! Não é bem um JI, é um espaço educativo que vem ao encontro de mães, que, como eu, têm horários que não nos permitem chegar a tempo de ir buscar os nossos filhos às 19h todos os dias. Um espaço que se adequa às necessidades dos pais que trabalham por turnos. Há uma falha enorme nesta área, mas felizmente, nós descobrimos um local, na Cova da Piedade que tem prolongamento de horário e que até fica dentro das nossas possibilidades financeiras.

Estava ansioso por entrar e, assim que lá chegou no primeiro dia, correu a ir brincar e nem se quis despedir de nós. No fim do dia quando o fui buscar, contava-me orgulhoso, que tinha brincado, que tinha dormido bem, que se tinha portado bem. E eu, tal mãe babada e orgulhosa, tão feliz! Agora está a adaptar-se a esta nova rotina. Tentamos que, apesar dos nossos turnos, ele chegue quando possível sempre pela mesma hora e que, à noite se deite cedo para poder descansar bem. Optámos por pedir que ele dormisse à tarde e tem corrido bastante bem. Ele está muito entusiasmado e contente com a escola nova.

O espaço é pequeno, acolhedor, familiar. E ele está a gostar imenso. E ainda bem que optámos por esta alternativa.

sábado, 21 de setembro de 2013

Aniversário do Martim!

O meu filho já fez 3 anos! Quem diria? O tempo passa a correr e nós nem damos conta, mas é assim... sou uma mãe babada e orgulhosa do filho lindo que tenho! Amo-o muito, do fundo do meu coração!


Parabéns amor meu, pelo teu aniversário! Adoro-te!
 


 
Mais fotos da festinha dele em atelierfestasinfantis.blogspot.com

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Não queremos heróis.

Não queremos heróis que perecem nas chamas que não são deles. Não queremos mais mortes de homens e mulheres que lutam pela vossa terra, pelas vossas florestas, pelas vossas casas e animais. Não queremos que mais ninguém dê a vida!
Esperemos que os detidos por fogo posto sejam devidamente punidos. Se não quiserem ter trabalho com eles, entreguem-nos aí numa BAL ou junto de uma GRIF que de certeza haverá alguém com disponibilidade para fazer essa tarefa. Espero que depois não os perdoem porque são alcoólicos, porque têm problemas psiquiátricos, ou porque estavam deprimidos.
É revoltante saber que este inferno ainda não tem fim à vista e que hoje ceifou mais uma vida. Quem vai ser culpabilizado por esta perda e pelos feridos que ainda sofrem e que ficarão com lesões?