quarta-feira, 15 de maio de 2013

As otites

A otite é uma inflamação do ouvido e pode ter diversas causas: bactérias, fungos e vírus.

É um problema mais frequente nos meses de Inverno, mas que também pode ocorrer no Verão, quando as idas à praia ou à piscina significarem mais água a entrar e a permanecer no ouvido.

A otite externa atinge o canal auditivo. Se for média atinge o ouvido médio. E se for interna atinge os canais semicirculares (estes são responsáveis pelo sentido espacial).

Muitas vezes, senão quase sempre, as otites são precedidas de uma gripe, constipação ou resfriado. "As secreções nasais passam facilmente para o ouvido, onde se convertem em caldo de cultivo de vírus ou bactérias, o que faz desenvolver a otite. Ou seja, produz-se uma infeção e uma inflamação, que é o que provoca a dor."(1)

Os antibióticos são eficazes se tomados apenas quando necessário e quando perscritos pelo médico assistente, uma vez que a sua toma frequente pode criar resistências que poderão trazer problemas de futuro. Muitas vezes, a administração de um anti-pirético e de um anti-inflamatório é suficiente para debelar a infeção em três a quatro dias, dependendo da sua gravidade.

"A melhor forma de evitar que o seu filho tenha uma otite é pôr de lado a forma excessiva como o agasalha."(2)

Precauções a ter em conta:
- evitar usar cotonetes continuamente e evitar lavar repetidamente os ouvidos.
- colocar tampões nos ouvidos antes de ir para a natação;
- lavar frequentemente o nariz;
- estar atenta aos sinais;
- recorrer à ajuda de um médico especialista.

Sinais e sintomas:
- dor intensa;
- diminuição na audição;
- inchaço nos tecidos;
- comichão;
- corrimento;

Nos bebés, acrescente-se ainda:
- irritabilidade;
- apatia;
- falta de apetite.


Bibliografia:
(1) - "Dói-lhe o ouvido: como tratar a otite", Bebé d'Hoje, Fevereiro 2011;
(2) - ESTEVES, Carla Oliveira, "Como tratar as otites?", Crescer com saúde, nº 141;

Sem comentários: