quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Não queremos heróis.

Não queremos heróis que perecem nas chamas que não são deles. Não queremos mais mortes de homens e mulheres que lutam pela vossa terra, pelas vossas florestas, pelas vossas casas e animais. Não queremos que mais ninguém dê a vida!
Esperemos que os detidos por fogo posto sejam devidamente punidos. Se não quiserem ter trabalho com eles, entreguem-nos aí numa BAL ou junto de uma GRIF que de certeza haverá alguém com disponibilidade para fazer essa tarefa. Espero que depois não os perdoem porque são alcoólicos, porque têm problemas psiquiátricos, ou porque estavam deprimidos.
É revoltante saber que este inferno ainda não tem fim à vista e que hoje ceifou mais uma vida. Quem vai ser culpabilizado por esta perda e pelos feridos que ainda sofrem e que ficarão com lesões?

Sem comentários: