quarta-feira, 15 de julho de 2009

A melhor forma de alimentar o bebé



Para o bebé, não há melhor leite do que o da sua mamã.

Além disso, o estreito contacto físico que se estabelece durante a amamentação reforça o vínculo afectivo e beneficia emocionalmente ambos.

Desde o primeiro momento de vida, para o bebé não há melhor alimento do que o leite materno. Não existe nenhum outro que possa reproduzir as suas propriedades, dado que tem a correcta proporção de todos os nutrientes que o pequenino necessita em cada etapa.

Com efeito, graças à sábia natureza, a composição do leite materno vai-se modificando à medida que passam os meses, para adaptar-se às necessidades da criança nas diferentes fases de crescimento.

Além disso, o corpo da mãe é capaz de equilibrar os requisitos de calorias, proteínas, gorduras e outros importantes nutrientes, aportando em cada toma a proporção exacta que o seu bebé necessita. A recomendação é que a amamentação materna exclusiva (ou seja, somente peito) seja a única maneira de alimentar o bebé até aos seis meses de vida, momento em que começa a comer os primeiros semi-sólidos.
No entanto, o ideal seria estendê-la até aos dezoito meses.

Vantagens da amamentação materna:

Além de satisfazer todas as necessidades nutricionais do bebé, o leite materno é o único alimento que lhe dá protecção imunitária (é muito conhecido o seu efeito protector sobre uma ampla gama de doenças), o que se traduz num menor número de consultas ao pediatra, menor gasto em medicamentos e menor absentismo laboral por parte dos pais devido às doenças dos seus filhos. E, como é evidente, é grátis, enquanto que os leites de fórmula, podem ter um preço relativamente elevado.


Fonte: Mãe ideal

Sem comentários: