quarta-feira, 30 de março de 2011

Nutrição infantil - 6 meses

Regra geral, por volta dos seis meses, o bebé estará preparado para experimentar refeições mais substanciais. Começará a ajustar-se a quatro ou cinco refeições por dia por volta dos sete meses. O bebé será, também, capaz de aguardar entre as refeições para satisfazer a fome. Mas todas as crianças acabam por encontrar o seu próprio ritmo!

O leite materno ou leite infantil é absolutamente indispensável, na medida em que fornece todos os elementos nutricionais de que o bebé necessita para crescer adequadamente (vitaminas, ácidos gordos essenciais, cálcio, ferro e proteínas em quantidades adequadas).
É aconselhável dar ao seu bebé pelo menos 500 ml de leite para bebé todos os dias até aos três anos.
Após as primeiras tentativas com papas de cereais “sem glúten” entre os 4 e os 6 meses de idade, e se o médico não apresentar quaisquer contra-indicações, poderá, a partir dos seis meses de vida, introduzir papas de cereais com glúten na dieta do bebé.

Graças aos complexos hidratos de carbono que contêm, os cereais constituem uma verdadeira fonte de energia para o seu filho. Eles fornecem a energia necessária durante o dia para que ele se mexa e se desloque cada vez mais, além de ajudarem a controlar a fome.

Os cereais fornecem também ao bebé vitaminas, sais minerais e ferro e ainda oferecem novos prazeres alimentares e uma consistência diferente daquelas que o bebé costuma associar ao leite.
Nesta fase poderá também começar a introduzir a carne na refeição do bebé, complementando a ingestão de proteínas já presentes no leite. Assim, quantidades muito pequenas de carne são suficientes para completar esta ingestão: 10-15g por dia (cerca de 2 a 3 colheres de chá cheias).


Aqui ficam mais algumas dicas:

No caso da carne, opte preferencialmente pelas variedades magras e de preferência inicie com as carnes de aves: frango e peru, passando só depois ao borrego e mais tarde à vitela, variando de refeição em refeição. Cozinhe a carne a vapor ou em cozedura tradicional, pique-a/triture-a finamente e depois, misture com o puré de vegetais e legumes.

Dê a carne ao seu filho apenas uma vez por dia, ao almoço ou ao jantar, o que for mais fácil para si. A utilização de sal continua a ser desaconselhada e o azeite deve ser adicionado somente no final da confecção.

Sem comentários: