segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Trabalhos continuam no Funchal

Após o rescaldo, começam-se a perceber os estragos que levaram diversas vidas por água abaixo. Algumas povoações continuam isoladas, pois várias estradas foram completamente destruídas, dificultando a chegada a famílias e aldeias que continuam isoladas.
Cidadãos e autoridades estão empenhados num único objectivo.


Na televisão e na Internet são imensas as imagens que nos chegam da ilha da Madeira. Hoje estão a ser procurados possíveis corpos dentro de viaturas, no interior de um parque de estacionamento de um Centro Comercial na baixa do Funchal, embora ainda não se confirmem estas notícias.


As populações relatam momentos de terror e de pânico. A ânsia de saber notícias dos familiares faz várias pessoas atravessar a serra a pé, durante várias horas.
A Madeira está de luto e necessita de toda a ajuda que for possível.

Sem comentários: