domingo, 17 de janeiro de 2010

A chegada de um irmão - parte 2

A preocupação acerca do novo elemento que chega à Família é sentida por ambos os pais e pelo filho primogénito.
Muitas vezes a mãe sente que não consegue dar ao filho mais velho toda a atenção desejada, o que levanta algumas angustias.
Tente primeiro cuidar de si, pois os pequenos vão precisar de uma mãe sã! Use a experiência da primeira gravidez a seu favor. Já sabe trocar fraldas, perceber as cólicas e choros incessantes, já passou por um puerpério – o período de até 40 dias após o parto em que o corpo enfrenta uma verdadeira revolução para voltar à vida normal – e sabe que essa pode ser uma fase de sensibilidade, cansaço e oscilações no humor.
O importante é ter a familia e o Pai por perto, pois o revezamento é a estratégia menos desgastante para os pais. É claro que algumas missões, como a amamentação, cabem somente à mulher, mas a presença do pai também é importante ou, durante estes momentos, ele poderá ajudar noutras tarefas.
Quando surgir um intervalo, aproveite para fazer com o mais velho algo de que ele goste.

Sem comentários: