segunda-feira, 16 de maio de 2011

E um dia...

... oiço mamã!
E se esse dia foi hoje, ficará sempre marcado. Não é ainda definido. É um repetir de sons, uma conversa doce e com diferentes expressões faciais enquanto me diz qualquer coisa. Conversamos. Eu falo. Ele repete. Umas vezes o mesmo som, outras... diferente. Mamã! Mamã! Digo eu esperando que o diga. E depois de muitas "lhalhalhalha" e "tátátá", lá sai um "nhanhã" e depois "aiaiaiai" e tantos outros.

1 comentário:

Aretusa disse...

Ai que lindo!! Minha pequena também falou mamã primeiro!! Eu fiz tanta festa que ela ficou mais feliz ainda, sem entender nada!!! Mas eu sabia que era mamã e era pra mim!!
Beijocas!