domingo, 30 de janeiro de 2011

Diarreia, Obstipação e outros tormentos

Quando o bebé nasce, os seus intestinos começam a funcionar e desde cedo podem surgir algumas complicações, começando pelas cólicas que nos atormentam como mães desde os primeiros dias. "Nos  bebés pequenos, sobretudo nos primeiros meses de vida, até começarem a comer purés de legumes, a obstipação é muito frequente, causando mal-estar e cólicas."(1) Felizmente, para alguns bebés, a amamentação aliada a uma dieta equilibrada da parte da mãe, facilita o trânsito intestinal e diminui a incidência de problemas.

Diarreia:

"Nesta idade, alguns bebés sofrem de problemas menores a nível da digestão. Se alimentado com leite materno, as fezes do seu bebé podem ser amarelas e bastante líquidas. Pode dar por si a ter de mudar a fralda entre sete a oito vezes por dia! Ainda que comum, a diarreia pode ser perigosa para o seu filho. A desidratação pode ocorrer de forma rápida. Consulte, pois, sempre um médico, que poderá aconselhar e receitar uma solução de re-hidratação para o seu filho tomar. Esteja atenta ao peso do seu filho e, se ele vomitar ou chorar, consulte o médico. Quaisquer que sejam os sintomas, é fundamental que o seu filho seja examinado por um médico."(2)

Obstipação:

"Se, por outro lado, as fezes do seu bebé forem duras ou pequenas e ele chorar sempre que defeca, fale com o seu médico. Recomenda-se o uso de água com grandes quantidades de minerais sob rigorosa supervisão médica! Se o seu filho for alimentado a biberão e não a peito, as fezes dele serão, geralmente, mais firmes e menos frequentes."(2)

"Os leites comerciais (...) são responsabilizados por esta situação, embora se registem alguns casos de bebés amamentados que também têm obstipação."(1)

"Há várias maneiras de tentar minimizar a obstipação. Para além dos diversos medicamentos que  poderão ser receitados pelo médico assistente ainda se pode fazer uso da sonda de gases, um tubo de borracha que se insere no ânus da crinaça e que permite expelir os gases e ajudar a sair as fezes."(1)

"Os supositórios de glicerina e os microclisteres poderão ser usados se a criança já está há vários dias sem defecar e com mal estar evidente."(1) No entanto, devemos ter cuidado com os laxantes pois também podem provocar irritação intestinal. O melhor é mesmo habituar desde logo a criança a comer alimentos ricos em fibra e, se necessário, adicionar fibra natural (farelo) à dieta.


Bibliografia:

(1) - CORDEIRO, Mário, Cólicas do lactente", Pais e Filhos, Agosto de 2005;
(2) - http://www.nestlebaby.com/

Sem comentários: