domingo, 18 de setembro de 2011

De cabelos em pé

...é como tenho ficado agora com ele na hora das refeições. Ele que sempre gostou de tudo e que sempre comeu bem, agora em casa comigo é uma guerra de trincheiras com comida por todo o lado e uma gritaria desmedida! Depois tem outras refeições em que parece um santinho, come tudo até ao fim sem refilar.

Ralho com ele e estica-me os bracinhos a pedir mimos (e eu a tentar manter o ar de má, mas sem conseguir conter o riso) e quando o pego vai logo procurar mama. Se não dou esperneia até ir para o chão. Calculo que seja mesmo isso, o miminho da mama. Prefere mamar a ter de comer, mas isso não pode ser. Ele sempre teve as duas coisas e não há mal nenhum nisso. Mas a mama não substitui o jantar nem o almoço - substituiu na sexta o jantar, ontem o almoço dele foi uma maçã e maminha (a sopa comeu aí umas três ou quatro colheres...), hoje lá consegui que comesse a fruta a meio da manhã e metade da sopa que é habitual comer ao almoço.

Depois fico triste porque me chateio com ele. Mas as birras têm sido do pior. Ontem jantou muito bem, sem relamações, mas hoje ao almoço a guerra voltou. Já o adormeci, com maminha claro.

E quanto ao resto... já anda pela casa sozinho, sem se apoiar, com uns passinhos cada vez mais seguros. Tão lindo!

1 comentário:

Mamã da Caroxinha disse...

Espero que seja só uma fase, mas olha que já li destas situações com mais do que uma mamã...inclusive sei de uma que é enfermeira e sempre deu mama à descrição mesmo quando o filhote recusava comida. Neste caso o menino era uma peste para comer, apenas petiscava e ela dava sempre mama quando ele pedia. O certo é que o rapaz hoje com 3 anos e meio é saudável e continua peste para comer, mas com uma energia inesgotável!!!
Não stresses e se é maminha que ele quer não lha negues,apesar de precisar de outras coisas não é por passar um dia ou outro só a maminha que vai ficar mal, certo?

beijos