segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Fim de semana

Estava cheia de vontade que chegasse o fim de semana, para poder estar com o meu piratinha, poder passar tempo com ele e descansar. Mas ontem entrei em modo desespero. Agora poderia opinar de outra forma sobre o que senti ontem, mas no calor do momento, só me deu para chorar e sentir-me pessimamente comigo mesma. Só queria que o dia corresse bem, que ele comesse bem sem stresses, que dormisse a sestinha depois do almoço... mas afinal correu tudo ao contrário! Uma mãe pode sentir-se desiludida quando o filho não quer o seu colinho? Sim, pode, e foi como me senti ontem. Ele comigo era só birras! Claro que eu sei que é normal, que acontece, que eles nos testam... mas senti-me tão mal com isso. Só sentia que ele preferia estar noutro lado e não comigo.

Hoje o dia correu melhor. Bem, a verdade é que o pus à frente de tudo o que poderia ter para fazer e dei-lhe toda a atenção possível. E mesmo assim, caiu-me de um triciclo e lá deu cabo de um lábio e fez um galo! Comigo mesmo ao lado... enfim, sem comentários. Felizmente, parece que são feitos de borracha e ainda eu me estava a recompor, já ele se estava a rir, ainda com a boca cheia de sangue e eu a tentar pôr-lhe gelo! Logo para a maminha, para o descansar a ele e me acalmar a mim. Terapia certa para os dois claro! À tarde, fomos ao parque com o pai brincar. Foi óptimo. Já lá tinhamos ido ontem com a mana Sara também. E digo que foi óptimo não apenas para ele, mas para mim também, principalmente pelas curtas conversas que ia tendo com algumas mães que ali estavam com os seus bebés. As queixas triviais e que nos fazem sentir iguais umas às outras: "Ele anda péssimo", "É tão teimoso", "Só quer fazer o que quer", e depois aqueles sorrisos e olhares de cumplicidade entre mãe e filho, do tipo "És o meu tesouro!" , "És o melhor filho do mundo!"... e depois já me sentia melhor, mais normal! Os bebés socializavam e as mães e pais também.

E agora por maminha, aqui fica então um convite que me fizeram e que eu repasso!



A Semana Mundial do Aleitamento Materno em Portugal é comemorada de 3 a 9 de Outubro e o tema é: Fale Comigo! Amamentação- uma experiência 3D.
Citando a WABA: Cada um de nós desempenha uma variedade de papéis e tem a arma mais poderosa que se necessita - uma voz para falar aos outros, porque o aleitamento materno é importante, não só para a saúde e o bem-estar, mas também para o ambiente, para os direitos das mulheres e para o progresso social.
Tendo em conta este desafio, nada melhor que a internet e o "mundo" dos blogues para dar voz ao aleitamento materno e à sua importância.
Assim convido todas(os) a unirem-se a esta acção e contribuir para a promoção do aleitamento materno. Como?


Uma ressalva: para mim é amamentação. Não aleitamento materno. Mas isso é só um preciosismo. Interessa é o convite, certo? Por isso, esta semana começo por divulgar aqui que foi criada uma página neste blogue apenas sobre amamentação. É um diário, um bloco de notas, o que lhe queiram chamar, mas serve essencialmente para contar a minha experiência como mãe que ainda amamenta e que acredita que isso é o melhor para o bebé.

Agora, o desafio:

1.Colem esta imagem no vosso blogue ou no facebook de modo a assinalar esta comemoração;


2.Escrevam mensagens com o vosso testemunho de amamentação (o que correu bem, o que correu mal, o que mudavam, o que sentiram...);

3.Publiquem imagens ou vídeos acerca da amamentação;

4.Lancem o convite a mais blogues;

5.Deixem a criatividade e imaginação falar por vocês e promovam a amamentação!   :)

Aceitam o convite?



3 comentários:

Mamã da Caroxinha disse...

É normal sentires-te frustada quando essas coisas acontecem...por vezes queremos ser tão boas mães, que nem nos apercebemos de que a perfeição não existe!
Sabes, fui mãe a tempo inteiro 3 anos e sei bem o que é ter dias desses...felizmente tudo passa!
Mas tu não estás na área da educação? Sabes bem o que isso é...

beijo

efilipe disse...

Sim, sei bem o que é. Mas quando estamos deste lado e as coisas são connosco é diferente. Nenhuma mãe é perfeita, e todas temos dias bons e dias maus. O que impota é seguirmos em frente e por isso partilhei aqui convosco o que senti. De certeza que já mais mães se sentiram assim frustradas. Beijos.

Gasparzinha disse...

São fases pelas quais todos passam e por vezes n nós é fácil lidar c elas, mas pensa q n és a única e que vais dar a volta por cima.
Bjs