domingo, 4 de março de 2012

De coração.

Esta semana foi muito complicada. Como se as notícias da nossa prematurinha não chegassem já, ainda tivemos a morte de um colega e amigo, que nos deixa uma grande saudade. Tem sido difícil vir aqui porque fico sem saber o que escrever... mas hoje lá me arrisquei.

Mas quero que o post de hoje tenha algumas coisas boas e por isso começamos com os Parabéns! à mamã Telma e ao seu filhote que nasceu no dia 29 de Fevereiro. No mesmo dia que a minha avó faz anos também - assim não me esqueço. É um dia especial de certeza que vos vai trazer muita sorte! Beijinhos Xuxa.

O Martim está melhor. Já come muito melhor e agora quer ser sempre ele a comer sozinho. Está muito autónomo o meu filhote. Hoje comeu a sopa sozinho e até nem se sujou muito. Está a crescer e quer comida a sério, fruta cortada em vez de passada, sopa com os legumes inteiros, arroz onde enfiar as mãos. Nem sempre consigo dar-lhe essa oportunidade, mas tento sempre que posso, deixá-lo comer sozinho, experimentar a colher, o garfo, a faca, chupar os dedos, lamber o prato... fica todo lambuzado, mas não me importo. São momentos felizes para ele e está a aprender e a descobrir. Ainda tenho dúvidas mas acho que vai ser canhoto.

Ontem foi pela primeira vez à piscina, à natação. Correu tão bem! Ele parecia uma lapa agarrado ao meu pescoço, mas não estava com medo, estava a sondar o ambiente à nossa volta a rir para os outros meninos, a sentir a água. Não queria que o afastasse de mim e respeitei-o para não o forçar. Quando chegou a altura de brincar com a bola soltou-se naturalmente, sem medos e, comigo a segurá-lo ao de leve, lá se movia pela água atrás da bola. E ria. Eu adorei a primeira aula. O que custou mais foi no fim, tirá-lo da piscina, secá-lo e vesti-lo. Fez uma fita descomunal para trocar a fralda! Não podia ser tudo rosas não é?

Depois tivemos o nosso encontro de mamãs e bebés no Entremães, que este mês se realizou nos Bombeiros do Seixal. Conhecemos mais duas mamãs novas. Foi um encontro muito giro, em que falamos de amamentação, bebés prematuros ou que por algum motivo tiveram problemas ao nascer e tiveram de ficar no serviço de neonatologia e falámos de internamentos. Falamos de alimentação e de não termos pressa de introduzir sólidos (eles pedem, e eu mesma caí nesse erro de introduzir a sopa cedo demais). (Aguardamos pelo próximo encontro que, se calhar, se vai realizar em Monsanto, na Casa Verdes Anos.)

À tarde, dormiu uma sesta desde as 14h até quase às 18h. Lanchou e a seguir fomos à Bebeteca, com o pai, brincar. Estes momentos em família são o melhor do mundo e esta semana estava mesmo a precisar de desanuviar a cabeça. Sentir que aproveitamos o tempo juntos é o melhor, porque assim sabemos a sorte que temos em estarmos todos com saúde e perto uns dos outros. À noite fomos a um Karaoke, mas só um bocadinho, porque o Martim apesar de se portar bem, estava a começar a ficar irrequieto e estar parado não é com ele! Adormeceu tarde mesmo assim, devia ser da excitação do dia, mas como dormiu tanto à tarde nem me importei muito. Um dia não são dias, não é?

Sem comentários: