sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Adeus 2010...

Estamos a entrar no último dia de 2010 e é hora de fazer um balanço destes últimos 365 dias. Tudo começou quando a um de janeiro de 2010, pelas 00h e poucos segundos alguém pensava... "desejos, saúde... blá,blá,blá..." e depois pensava "de manhã vou trabalhar... não me apetece nada..."

Depois o ano começou a correr, cada vez mais depressa, com muito trabalho, mão na sirene, o turno a chegar ao fim, ter de ir para o ensaio...

Só que entretanto, no meio de tanta azáfama e sem me aperceber, algo crescia dentro de mim. Algo gerado ainda em 2009... a maior felicidade da minha vida e também o que mais me fez recear pelo futuro. Um misto de medo e de alegria juntaram-se e deixaram-me durante uns dias sem saber o que fazer, guardando este segredinho só para mim...

Neste ano, tantas coisas eu fiz... tanto aconteceu... fiquei triste e fui feliz, ri e também chorei, amei e senti-me amada...

Fui mãe! Aprendi que o amor é o melhor sentimento do mundo e que o sentimos se formos um pouco mais pacientes e olharmos a vida de outra forma! Aprendi a olhar à minha volta e a antecipar os perigos e as dificuldades que nos rodeiam, a planear a vida ao minuto e a depender só de mim e não dos outros - porque se eu não olhar por mim, ninguém olhará....

Fui tia! Aprendi que a família está lá quando menos esperamos e que não interessa o tempo que passemos afastados... vão sempre haver divergências, zangas e encontros; almoços, jantares e muitas fotografias para mais tarde recordar!

Desfilei no Carnaval! Aprendi que ainda sou capaz de curtir a vida e de fazer algo mais pela sociedade onde vivo.

Trabalhei como socorrista, trabalhei numa Central, fui formadora e fui aprendiz... e aprendi muitas coisas novas... como a conhecer as minhas capacidades e a antecipar as minhas dificuldades. A olhar os outros com respeito. A ver além do que a vista alcança...
Agora que o ano está a acabar, balançar podia deixar-me tonta porque este foi um ano de loucos. Muitas incertezas, mas também uma alegria que preencheu as nossas vidas e deu um novo ânimo a toda a família. Nem tudo é mau, a crise passa-nos ali ao lado porque olho e aqui está o meu belo ser a sorrir enquanto dorme na inocência da sua infância.

O balanço é positivo quando olho para a nossa mais bela criação. O trabalho faz falta e está à minha espera, mas não importa se ele não estiver bem! Dinheiro? Que importa se ele não compra a felicidade dos teus lábios a encherem-me a cara de baba enquanto treinas os primeiros beijinhos? Saúde? Sim quero-a toda para ti e para nós, mamã e papá, para te podermos criar e ver crescer!

Por isso, para 2011, desejo muitos momentos plenos de felicidade e desejo ter muito tempo livre para passar com a minha pequena sementinha! Para vê-lo crescer, ouvir a sua voz e sentir os seus beijinhos. Desejo saúde para amamentar o meu pequeno enquanto esse for o seu desejo e para ir trabalhar todos os dias! Desejo que cada conquista e cada descoberta do meu pequenino filho seja passada junto a mim, que possa assistir aos seus primeiros passos tal como assisti ao primeiro sorriso.

Para todos,

Um ano novo muito feliz!
Beijos.
Elsa Filipe.

1 comentário:

Ana Patrícia disse...

Um ano muito feliz para todos vós!!!
Que todos os desejos da tua família se concretizem!
Beijinhos*