sábado, 16 de julho de 2011

Crescer em segurança 2

Em casa:

É em casa que acontecem muitos dos acidentes com crianças, mas é possível torná-lo num espaço mais amigável e seguro para os mais pequenos da família.

1º passo - verificar!
Verifique se todos os objectos e mobiliário destinados às crianças cumprem as normas de segurança - cancelas para escadas, cadeira da papa, berço, cama de grades...

2º passo - certificar!
Certifique-se que, quando arruma estas e outras peças de mobiliário, não há o perigo destes caírem sobre a criança se lhes tocarmos inadvertidamente, ou se a criança não se pode pendurar ou trepar neles, correndo o risco de quedas.

3º passo - seguir as normas!
Siga as normas e as condições de utilização do fabricante. Existem instruções tais como o peso a que se destinam ou a idade mínima da criança, que não devem nunca ser descuradas. Há perigos que se podem evitar apenas com uma boa utilização dos produtos - mobíliário, brinquedos, produtos de higiene...

Mas em cada zona da casa, os perigos podem ser diversos:

Na cozinha...

- queimaduras:
A criança é curiosa por natureza e dizer "não mexe" nem sempre - ou quase nunca - funciona. Quando estiver a cozinhar, coloque uma cancela na porta da cozinha de forma a evitar que a criança inadvertidamente se queime, seja encostando as mãos nop forno quente, seja caindo sobre ela algum produto quente, tal como água a ferver. As queimaduras podem ser muito graves e trazer consequências para a qualidade de vida da criança. São muito dolorosas, deixam cicatrizes feias e, para mais, podem pôr mesmo a criança em risco de vida se a sua extensão e profundidade forem elevados.

- cortes:
As facas, tesouras e loiças podem ser objectos muito perigosos, quando usados como brinquedos. Se a criança lhes chega, podem ser um perigo! Feche bem as gavetas e os armários onde se encontram estes objectos, podendo usar sistemas de bloqueio de fechaduras.

Sem comentários: