terça-feira, 23 de novembro de 2010

Chorar... a fazer rir

Ontem fartei-me de chorar enquanto assistia a uma reportagem da TVI sobre a Operação Sorriso. Particularmente pela história de uma menina que foi acompanhada por um palhaço durante a sua doença e permanência num Hospital e que, quando morreu, o próprio palhaço foi ao seu velório e funeral. Algo que pode parecer inadequado, mas que eu acho que foi de uma coragem imensa. Aquele homem, ao conseguir fazer esse acto para a menina e por amor a ela e à família, merecia ser aplaudido de pé.

Para esse palhaço, e para os outros que fazem parte dessa Operação, fazendo rir em momentos de grande sofrimento, um grande bem-haja e o meu obrigado!

E agora algo que me preocupa... estarei a ficar mais lamechas? Eu não costumava chorar com estas coisas, mesmo sentindo-me mais emotiva. É que em Janeiro regresso ao trabalho, às ambulâncias e às emergências e não quero desabar a chorar com situações deste género. Ai que isto está mau, está!

Sem comentários: