sábado, 27 de novembro de 2010

Fimose

Ainda no seguimento do post sobre marcas de nascimento, a fimose vem como uma situação que pode surgir em alguns bebés e que se pode resolver por si mesma com o tempo. Mas existem situações em que isso não chega a acontecer. A vigilância é feita no Centro de Saúde pela médica ou pediatra que segue o bebé e que encaminhará os pais para um especialista se tal for necessário e quando chegar a altura certa.

"A fimose é um problema de saúde que afecta exclusivamente os meninos" e que se caracteriza pela apresentação do prepúcio muito fechado "tornando difícil o seu deslizar para descobrir a glande."(1)
"O pênis é formado pela cabeça, chamada de glande, o corpo e a base (parte que fica junto ao corpo). Ele é revestido de uma pele chamada prepúcio que serve para proteger principalmente a glande, parte muito sensível do pênis. O prepúcio é retrátil, isto é, se puxarmos a pele em direção à base do pênis a glande ficará exposta."(2)

O problema:"A fimose é a dificuldade de expor a glande do pênis porque o prepúcio não retrai. Isso se deve pela aderência da pele na glande ou pelo anel do prepúcio ser muito estreito. A fimose em recém-nascidos é fisiológica, isto é, normal e regride espontaneamente."(2)
Cerca de 90% dos meninos nascem com fimose: é a proteção natural da glande. Aos seis meses de idade, esse número cai para 20 % e aos três anos os números invertem: 90% dos meninos já não apresentam fimose. De uma forma natural, "o prepúcio irá começar a soltar-se do extremo do pénis."(1)

Na maioria dos casos, não é necessário realizar qualquer intervenção cirúrgica, a não ser que o problema persista após os 4 anos.

Não fazer:Por muito que queira ver o problema resolvido, nunca se devem fazer "exercícios de retração à força da pele", pois estes "podem causar microtraumatismos, dor, inflamações e até sangramentos. A cicatrização dos microtraumatismos pode piorar a condição da fimose, já que a cicatriz leva a um estreitamento maior do anel do prepúcio."(2)



Bibliografia:(1)-"Fimose: um problema de meninos", Bebé Saúde, Fevereiro de 2004;
(2)-http://guiadobebe.uol.com.br/bb2a3/fimose_como_lidar.htm

A anatomia:

Sem comentários: