quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Será possível?

Estava a ver agora as notícias na televisão. Fiquei completamente de boca aberta. Mas isto é possível?
Parece que sim, mas não deveria acontecer. Não no século em que estamos, não numa sociedade informada, não com uma criança. E não em venham com a história que é pobre, ou que é culturalmente aceite na sua terra de origem! Isto é abuso de uma criança, de uma menina cujo corpo não está preparado para uma gravidez! Ainda nem passou pelas alterações fisiológicas da adolescência! Mas onde é que isto pode ser aceite?

Não devia ter acontecido, mas se aconteceu deveria ser possível - e até obrigatório - que ela abortasse! Não me cabe na cabeça que a opção de ter a criança seja a melhor. Mas pelo que parece, com o consentimento dos pais, esta menina tinha já a sua infância estragada à muito. Se é que alguma vez teve oportunidade de brincar e de ser criança.

Menina com 10 anos deu à luz bebé com 2,9 quilos

2010-11-02

Uma menina de 10 anos, de origem romena, deu à luz, há uma semana, no hospital de Jerez (Cádiz), estando mãe e bebé de perfeita saúde. Serviços sociais analisam se a família poderá cuidar da menina e do bebé.
O pai, que também é menor de idade, só soube que tinha tido um filho quando foi contactado pelo hospital de Jerez. Segundo o "Diário de Jerez", a menina vivia com o noivo antes de se mudar para Espanha com a família.
Micaela Navarro, a conselheira para a Igualdade e o Bem-Estar Social da Junta da Andaluzia, que se mostrou bastante surpreendidas por este acontecimento "sem precedentes" na Andaluzia, informou ainda que a instituição que tutela está a analisar o caso e irá decidir se o bebé, que nasceu com 2,9 quilos, irá permanecer com a família.
A menina pediu a previamente a tutela, pelo que, em princípio, o bebé ficará com ela.
Caso os serviços sociais concluam que os pais não estão em condições de cuidar da menina e do bebé, "tentará reforçar a protecção e verificar se outros familiares, como avós ou tios, podem assumir essa responsabilidade", explicou Micaela Navarro.
O parto desta menina de 10 anos surpreendeu os médicos que a assistiram, uma vez que tanto ela como a mãe permaneceram tranquilas e não manifestaram qualquer sinal de nervosismo.
A agora avó mostrou-se feliz pelo nascimento do neto, explicando que, no seu país, é habitual as meninas serem mães muito cedo.


De acordo com o Diário de Jerez, apesar da idade, a menina teve um parto natural.
O mesmo jornal adianta ainda que mãe e filho receberam alta no último fim-de-semana.
Na Andaluzia, 48 raparigas menores de 15 anos deram à luz em 2008, último ano com registos por parte do Instituto Nacional de Estatísticas espanhol.
De acordo com os mesmos registos, consultados pela agência de notícias Efe, nesse mesmo ano, 4585 jovens menores de 18 anos deram à luz.

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1701228
 
Será que vai acontecer alguma coisa aos pais desta criança de 10 anos? E vão lhe dar a guarda da criança? Como? Tiram filhos a pais adultos por questões bem menores e agora dão um bebé a outra criança?

1 comentário:

Patricia disse...

Eu fiquei como tu. Aliás eu, o meu marido, o meu irmão e a minha cunhada que estavam connosco, quando ouvimos a notícia. É um absurdo. Não devia, de todo, ser permitido.