terça-feira, 31 de agosto de 2010

Da concepção à formação

Pois é. Já estou quase com 39 semanas de gravidez, o que significa que o bebé deve estar quase quase a nascer. Esta certeza tem-me deixado muito muito ansiosa pela chegada do bebé. Desde a sua concepção, muita coisa se passou.  São nomes às vezes um pouco complicados, mas saber como, de facto, se forma um bebé é algo de maravilhoso.



1ºmês:

Quando começamos a perceber que algo se passa dentro de nós, já uma série de alterações mágicas ocorreram sem que tivéssemos dado conta. "A acção situa-se em plena ovulação. A meio do ciclo - o 14º dia, se o ciclo for de 28 dias - um óvulo maduro é libertado pelo ovário e avança pelas trompas de Falópio."(1) Quando a fecundação desse óvulo acontece despoleta-se um caminho longo que conduzirá à formação de um bebé.

A primeira célula que se forma - Zigoto - multiplica-se tão rapidamente que, em "apenas 3 ou 4 dias, já se formou um complexo sistema celular, o blastocisto ou mórula, cujo aspecto é semelhante ao de uma amora."(1)

Graças à acção da Progesterona, o útero está preparado para receber o blastocisto. Normalmente, este processo ocorre em sete dias. No final do 1º mês, "o embrião parece um minúsculo girino." É tão pequenino que ainda só pesa 1 grama. "A cabeça é uma grande proeminência, o aparelho digestivo um simples tubinho."(1)
O coração já bate com força ao 1º mês.


2º mês:

O embrião já tem cerca de 4cm e pesa cerca de 3 gramas. "A partir da 6ª semana, fala-se de crescimento activo, porque os órgãos importantes, como os rins ou o fígado, começam a desenvolver-se. O tubo neural que liga o cérebro e a espinal medula, fechar-se-à nesta fase."(1)


"Com apenas 9 semanas, o futuro bebé começará a mover-se, dando voltas sobre si mesmo, como se fizesse piruetas." O seu crescimento é na ordem das 100.000 novas células por minuto! "A cabeça cresce muito mais rapidamente do que o corpo; os braços desenvolvem-se primeiro do que as pernas e o esqueleto completa-se em apenas 15 dias com mais de 100 peças articulares. Já se adivinham as mãos e os dedos."(1)

Bibliografia:

(1)-"Assim cresce o seu bebé" - Anuário 2004, Superbebés;

Sem comentários: