terça-feira, 10 de agosto de 2010

Gravidez-hábitos nocivos a evitar - parte1

Para que a gravidez corra da melhor forma possível existem alguns cuidados a ter em conta, como o descanso, a alimentação, a preparação para o parto, o ambiente familiar saudável, mas em alguns casos esta preparação passa por acabar com alguns hábitos nocivos tais como o consumo de álcool, tabaco ou drogas.

Consumo de drogas:

Existem diversas drogas que causam dependência e que afectam a saúde do consumidor em geral, mas da grávida e do feto em particular. São exemplos de drogas não apenas os opiáceos (como a heroína), a cocaína ou as anfetaminas, mas também o tabaco, o álcool e os próprios medicamentos.

As mulheres grávidas que consomem drogas "estão em muito maior risco de contrair infecções e doenças graves, tais como desnutrição, infecção pelo vírus da SIDA e da Hepatite, tuberculose, doenças de transmissão sexual, entre outras. Isto deve-se à sua menor resistência física e ao facto de descurarem hábitos de higiene e prevenção."(1)

Por outro lado, "a instabilidade psico-afectiva, os sentimentos de culpa e a baixa auto-estima frequentes nestas mulheres determinam uma vivência problemática da gestação e do parto, com reflexos negativos para o recém-nascido e para a família mais próxima."(1) "Estudos constataram que pelo menos 70 por cento das mulheres consumidoras de drogas, foram abusadas sexualmente com idade inferior a dezesseis anos. A maioria destas mulheres teve pelo menos um progenitor que abusou de álcool ou drogas."(2)

Assim, tendo em conta esta instabilidade e as doenças associadas ao consumo destes produtos, os riscos para a saúde associados ao abuso de drogas afecta as mães...
* Má nutrição
* Pressão arterial elevada
* Batimento cardíaco rápido
* Baixo ganho de peso
* Baixa auto-estima
* Doenças Sexualmente Transmissíveis
* Parto Prematuro
* O HIV / AIDS
* Depressão
* Abuso físico

... e os bebés:
* Prematuridade
* Baixo peso ao nascer
* Infecções
* Cabeça pequena
* Síndrome de morte súbita do lactente
* Defeitos Congênitos
* O crescimento atrofiado
* Pobres habilidades motoras
* O HIV / AIDS
* Deficiência de Aprendizagem
* Problemas neurológicos

Bibliografia:
(1)-SANTOS, Antónia, Perigos a evitar na Gravidez, Pais e Filhos, Junho de 2002;
(2)-http://gravidez.awardspace.com/gravidez-e-drogas.html

Sem comentários: