sábado, 28 de agosto de 2010

Quando a hipertensão afecta a gravidez

Quando a Hipertensão afecta a gravidez, seja esta crónica ou induzida pela própria gestação, há que ter em atenção uma vigilância mais apertada da mãe e do bebé. "A Hipertensão crónica, prévia à gravidez, provoca alterações nos vasos sanguíneos da mãe, por isso, pode interferir no crescimento do feto e aumentar o risco de morte do bebé dentro do útero e mesmo no pós-parto, já que muitas vezes a gravidez tem de ser terminada muito antes do termo."(1)

No entanto, "na maioria dos casos, os fetos não são afectados pela hipertensão", salvo quando esta conduz a "redução do fluxo sanguíneo placentar devido às anomalias da implantação" o que pode limitar o aporte de nutrientes e oxigénio ao feto."(2)

Nestes casos, há o risco de o feto não crescer de forma normal e o risco de parto prematuro aumenta, devido a complicações, tais como o descolamento da placenta.

"Tem-se verificado que a gravidez é um teste cardiovascular e de stress metabólico para toda a vida da mulher. As alterações do organismo durante a gravidez alertam as mulheres e os seus médicos para situações de saúde a que terão de ficar mais atentos."(3)



Bibliografia:

(1)-AVILLEZ, Teresa, "Quando a tensão sobe demais", Pais e Filhos, Abril de 2005;
(2)-LEITE, Cristina, "Quando a Hipertensão complica a gravidez", Pais e filhos, Junho de 2007;
(3)-"Quase 6% das grávidas são Hipertensas", Superbebés, Agosto de 2006;

1 comentário:

Bosque das Fadas disse...

O teu bebé deve estar a nascer, logo logo eatás com ele nos braços.
Uma horinha pequenina que tudo corra bem para ambos.
Bjs